Pasteis De Belem

Endereço: Rua de Belém 84 , Lisboa , Lisboa - Portugal

Telefone:

21 363 74 ...

Clique para ver
Categoria:

Lanchonete

 
Preço por pessoa
$$$$ (Médio padrão)

Site oficial
pasteisdebelem.pt
Primeira opinião
Elisa
Formas de pagamento
Crédito:

cash, credit card
Horário de funcionamento
Seg.
8h - 23:58
Ter.
8h - 23:59
Qua.
8h - 23:59
Qui.
8h - 23:59
Sex.
8h - 23:58
Sáb.
8h - 23:58
Dom.
8h - 23:58



Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Cadastro

http://pt.kekanto.com/como-chegar/pasteis-de-belem
Notas específicas:
Ambiente
(5)
Comida
(5)
Atendimento
(5)
Custo-benefício
(5)
Bebida
(4)
Dicas
Não vá na dos amadores... comer em pé na rua é roubada. Peça uma mesa e coma like a boss!
Rubens B.
Em alta temporada as filas são enormes, mas não demoram muito não.
Talita K.
Opiniões
Os famosos doces portugueses pastéis de belém têm um endereço histórico de origem em Portugal, próximo do Mosteiro dos Jerônimos e da famosa Torre de Belém, alguns dos mais interessantes registros arquitetônicos da época manuelina.

Fundada em 1837, a confeitaria Pastéis de Belém mantém a mesma antiga e secreta receita desenvolvida pelos monges do mosteiro. O sabor dos pastéis é realmente muito bom. São cremosos, com suave massa folhada e leve pitada de canela que o próprio cliente dosa sobre os pastéis, quase sempre servidos ainda quentes.

Geralmente está lotado de turistas e estudantes que visitam os monumentos próximos, que são muitos além dos já citados. Aliás, a residência oficial do Presidente da República também fica perto da confeitaria.

O ambiente é relativamente simples, nada de sofisticado. É uma confeitaria que chega aos seus 177 anos, mantendo uma tradição de geração para geração.

Além dos famosos Pastéis de Belém, a confeitaria oferece outros produtos com base em receitas tradicionais: Bolo Inglês, Bolo de Amor, Bolo de Canela, Bolo Rainha, Bolo Rei, Palitos de Sintra, Geleias e compotas de tomate, laranja, marmelo...

Se você visitar a cidade de Lisboa não pode deixar de visitar Belém e aproveitar para experimentar os famosos pastéis. É um local com muitos monumentos históricos que retratam o passado de Portugal, com uma atmosfera que remete ao período anterior aos descobrimentos. Foi de Belém de partiram as caravelas comandadas por Cabral e Vasco da Gama e que descobriram, respectivamente, o Brasil e a nova rota para as Índias.
Mas o que é esse pastelzinho de Belém?? Delícia, delícia, delícia! :D
Fomos no final de julho/12 para Portugal e visitamos Belém no segundo dia. Quando avistamos o famoso estabelecimento, logo paramos na porta para poder comprar o pastel de Belém. A padaria estava lo-ta-da, então resolvemos comprar uma embalagem com 4 pastéis e levar para comer no hotel. Quando abrimos a embalagem no hotel eles ainda estavam quentinhos! :) Junto com a embalagem eles colocaram sachês de canela e açúcar de confeiteiro para colocar em cima dos pastéis! Tradicionalmente come-se o pastel com açúcar e canela. Nunca comi nada igual! Massa folhada firme e creme de ovos com gostinho de baunilha, muito bom!
Para quem não sabe, os pastéis de Belém são feitos desde 1837 e a receita original é guardada a 7 chaves até os dias de hoje. Na China eles são muito populares. Quando os portugueses chegaram a Macau no século XVI levaram os pasteizinhos junto e aos poucos essa delícia se difundiu na China! São chamados de "dan ta": pastel de ovo.
Eu TINHA que ir experimentar o original! Fui beber, ou melhor, comer na fonte! Você se assusta quando vê uma fila do lado de fora, mas relaxe, essa fila é de quem vai comprar pra levar pra viagem. Até que foi tranquilo conseguir uma mesa, só tenha cuidado ao ir ao banheiro e voltar, pois o lugar é um labirinto. Eu lembro vagamente de ter pedido empadas de pato com espinafre e frango, bolinhos de bacalhau e limonada, mas francamente eu não lembro do gosto pois só ficou na minha cabeça os pastéis de Belém. É a oitava maravilha do mundo! Molhinho, quentinho, creme delicioso… não sei nem como explicar. Na saída de lá quase que eu paro na fila das comprar pra viagem e compro umas centenas pra poder comer durante a viagem inteira!!!!!

Quem vai a Lisboa tem que ir na Pasteis de Belém, quase obrigatório!!!!!
Não tem como passar por Lisboa sem experimentar os famosos Pastéis de Belém. Localizada próxima ao Mosteiro dos Jerônimos, a tradicional loja é famosa por ser a única a produzir o doce com esse nome (o doce também pode ser encontrado em outros estabelecimentos com a alcunha de "pastel de nata"). Mas se não há como negar que os produzidos por essa fábrica são únicos, ainda mais se apreciados com uma canela por cima. Uma ótima pedida é comprar os pastéis e ir se sentar na grama no Jardim Vasco da Gama, que fica logo à frente, do outro lado da rua.
Exelente analogia ao padrão dos descobrimentos,pois podemos apreciar um pastelito enquanto nos extasiamos com a beleza de todos os monumentos que envolvem o local.Desde muito jovem que adoro o belo passeio no fantástico elètrico amarelo comendo um delicioso pastel e observando a correria dos turistas de monumento em monumento,fotografando o que de mais belo existe em portugal(história)que é o que temos,apenas história.E,é tão triste vermos no que este maravilhoso país se tornou.
Glicose-maníaca como eu sou, estava curiosíssima para provar os tão falados originais pastéis e ver se mereciam a grande fama, no meio de tanto doce gostoso que tem em Portugal.

Já na entrada, havia uma fila grande, em meio a pessoas que compravam as embalagens para viagem e comiam os pastéis em pé, na rua mesmo. Antes de encarar a fila, entramos pra pedir informação e descobrimos que era a fila para o balcão. Dentro, haviam mesinhas onde era só entrar e batalhar por um lugar, que foi o que fizemos. Apesar do grande movimento, duas coisas positivas: o serviço era bem eficiente e não esperamos muito até vagar uma mesa (talvez uma coisa implique a outra). O lugar é simples mas bonitinho, rodeado por azulejos portugueses e o texto "Desde 1837" estampado com orgulho em todo canto.

Pra aumentar o suspense (e a história) queríamos não apenas comer os pastéis, mas fazer um lanche mesmo. O local serve, além dos doces, sanduíches e salgados. Provamos bolinhos de bacalhau, bolinhos de carne, risoles de camarão (muito bom) e quiche de queijo e espinafre. Tudo bom e sequinho (entre 1-2€).

Prontos para o grand finale? Eu estava!

Pedimos alguns pasteizinhos (1€), e depois não resistimos em repetir. Estavam deliciosos, realmente. O que percebi de diferente dos outros pastéis que comi na viagem, é que a massa era mais crocante (como se fosse "mais folhada", faz sentido?). O recheio era mais consistente do que o do pastel que comi no A Brasileira, que era mais mole e cremoso. Em resumo, eu preferi a massa do Pasteis de Belém, e o recheio do A Brasileira. Mas a verdade é que os dois são sensacionais, e vale a pena conhecer ambos e dar o seu veredicto.
O que é que vai se falar da casa que inventou o pastel de Belém??? Um doce tão gostoso que até o Habibs (?!?!) resolver fazer.... Acho que é alguma relação do tempo que a península Ibérica era ocupada pelos Mouros... vá saber.
O fato é que o doce é muito bom e, degustado na origem é ainda melhor... pode acreditar. Os demais acepipes do local também não fazem feio... desde as tostadas até um tipo de empadinha de frango, muito saborosa embora meio seca. cafés e refrigerantes fazem o complemento.
O lugar é uma casa tradicional e antiga, como convém quando se está na Europa... mas o doce dos padres deu tão certo que a casa pequena e antiga ficou só na entrada, a tradicional dos toldinhos azuis... Lá pra dentro, depois de um corredorzinho estranho, existe um salão imenso, com banheiros modernos, bastante espaço entre as mesas, ar condicionado... enfim, uma outra confeitaria!
Mas o charme mesmo está em sentar ali na frente... vale a pena esperar uma mesa, muito mais concorrida, só pra ficar vendo o entra e sai das gentes.
Aliás... bota gente nisso... o balcão tem uma fila nada indiana, que mais parece fila de autografo do Justin Bieber... mas neste caso as fãs tem 50 anos a mais... São dezenas de senhoras se acotovelando e gritando pelo seu pastelzinho. Um inferno!
Mais um motivo para pegar uma mesa... logo um simpático (ironia) garçom fará o seu pedido... do cardápio ele vai enumerar apenas uns 5 itens disponíveis (Além dos pastéis, é claro). Mas você come sossegado, sem empurra empurra e ainda aproveita para fazer uma pausa da correria do dia de visitas.
Aliás, aproveite para ir na pastelaria quando for ao Mosteiro dos Jerônimos, Padrão dos Descobrimentos, Museu dos Coches e Torre de Belém... tudo isso está muito próximo.
Estacionar ali na frente não é fácil... deixe o carro na área do 'Padrão que é onde existem mais vagas.

Nota geral Você conhece o Pasteis De Belem? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)